Dr John Morrison (ASTI) e Kamran Fazil (Islamic Help), em Birmingham - Foto: Melissa Becker

Ataques com ácido mudam vida de paquistanesas

> Sobreviventes de ataques com ácido têm longa jornada de reabilitação

> Problema complexo, ataques com ácido mudam vida de paquistanesas

> Reconstrução de rostos ainda desafia ciência e médicos

Reportagem sobre mulheres sobreviventes de ataques com ácido no Paquistão, publicadas no Terra no dia 25 de marco de 2012. Entrevistas com diretores da Islamic Help – com sede em Birmingham – e da Acid Survivors Trust International (ASTI), dois médicos que fazem cirurgias de forma voluntária em sobreviventes na Ásia por meio dessas instituições (Mr Mohammad Jawad e Dr Ronald Hiles) e uma especialista em estudos islâmicos e do Oriente Médio.

Mr Jawad teve seu trabalho no Paquistão mostrado no documentário em curta-metragem Saving Face, que recebeu o Oscar em sua categoria neste ano. O filme estreia nesta semana no Reino Unido, durante o Human Rights Watch Film Festival, em Londres.

(Foto acima: Dr John Morrison (ASTI) e Kamran Fazil (Islamic Help), em Birmingham – Foto: Melissa Becker)

[ Feature about acid attacks survivors in Pakistan, published on Terra, on 25th March, 2012. Interviews with Islamic Help, based in Birmingham, Acid Survivors Trust International (ASTI), plastic surgeons who rebuilt faces as a charity work in Asia with these institutions (Mr Mohammad Jawad and Dr Ronald Hiles) and an expert in Islamic and Middle East studies.

Mr Jawad’s work in Pakistan was shown on the short docummentary Saving Face, which won the Oscar this year. The film premiere in the UK will be this week, during the Human Rights Watch Film Festival, in London.

(Photo above: Dr John Morrison (ASTI) and Kamran Fazil (Islamic Help), in Birmingham – Photo: Melissa Becker) ]