Caseiro ganha coração novo no Dia dos Pais

Caseiro ganha coração novo no Dia dos Pais

Matéria publicada 11 de agosto de 2008, no jornal Zero Hora, sobre o transplante de coração recebido por um caseiro no Dia dos Pais. O órgão foi transportado de avião, em uma viagem que durou 1h10min. Vídeo da chegada do médico a Porto Alegre aqui.

[ Feature published on th 11th August, 2008, on Zero Hora newspaper, about the heart transplant a household underwent on Father’s Day. The organ was transported by plane, a trip which lasted one hour and 10 minutes. Video of  the doctor’s arrival in Porto Alegre here ]

P.S.: The article is old, but yesterday was Father’s Day in Brazil and I remembered this story I’ve covered.

Advertisements

Video on the Birmingham Mail: Snow and chaos

I can say I collaborated to a Birmingham Mail‘s video about the chaos caused by snow in Birmingham – for just a few seconds, but here I go!

I made the footage on Saturday, during a prosaical go to a local supermarket, so that I could show a little of life with snow for family and friends in Brazil (Life with Snow 1 & Life with Snow 2). Fortunately, it was useful for the local newspaper as well. Paul Bradley – Multimedia editor (Video) Birmingham Post and Mail, Sunday Mercury, aka @BrumRoadRunner on Twitter – liked one of them. The final video also includes some images by Karen Strunks from this post on one of her many interesting blogs & websites, Walk Green Park

Click on the image below to watch the video on Birminghammail.net!

Tensão na Victoria Square

Hoje, a caminho da minha aula, um grupo de manifestantes segurava placas e cartazes em frente à Victoria Square House, centrão de Birmingham, com muitos policiais ao redor. Fotos que publiquei naquele momento no Twitter:

Foto: Melissa Becker  

 

Foto: Melissa Becker Foto: Melissa Becker

 

Pelas 13h, havia pouquíssimos manifestantes, mas a grande quantidade de policiais permanecia, guarnecidos por um helicóptero parado no ar sobre a Victoria Square House:

Mais tarde, descobri pelo Twitter, por meio do @birminghampost:

 A história é boa – jornalisticamente falando: um professor usou o laptop da escola em que trabalha para lançar mensagens de apoio ao BNP, um partido conhecido por posições preconceituosas. Hoje, ele estava sendo ouvido, o que atraiu os manifestantes. Vale ler a história no Birmingham Post – clique aqui.

Am I still number one?

* Post originalmente publicado no blog Duojournalism, exercício final do curso online Herramientas Digitales para el Periodismo Investigativo, do Knight Center for Journalism in the Americas, University of Texas at Austin (abril e maio de 2009)

 

Esse vídeo faz uma brincadeira entre Citizen Journalism x Jornalista Tradicional:

 

  

  

Posts relacionados
 
 

Entenda o que é citizen journalism

* Post originalmente publicado no blog Duojournalism, exercício final do curso online Herramientas Digitales para el Periodismo Investigativo, do Knight Center for Journalism in the Americas, University of Texas at Austin (abril e maio de 2009)

 

 

Esse é um vídeo de 2006, feito pela Cambridge Community Television, mas é bem interessante. Costumo ler mais sobre o assunto em sites em inglês, o que me fará postar aqui várias sugestões nesse idioma. Não encontro muito material em português, mas há: basta uma busca básica – ou uma mais avançada e, logo, qualificada – no Google.

Se você só ouviu falar de jornalismo participativo e UGC (user-generated content, conteúdo gerado por usuários), aí vão umas pistas:

* A Wikipédia apresenta um bom material, para se ter uma ideia inicial, quando se faz uma busca com o termo jornalismo cidadão. Reproduzo aqui o início do texto:

Jornalismo Cidadão, ou Jornalismo Colaborativo, Jornalismo Open Source ou ainda Jornalismo Participativo é uma idéia de jornalismo na qual o conteúdo (texto + imagem + som + vídeo) é produzido por cidadãos sem formação jornalística, em colaboração com jornalistas profissionais. Esta prática se caracteriza pela maior liberdade na produção e veiculação de notícias, já que não exige formação específica em jornalismo para os indivíduos que a executam.

A própria estrutura sobre a qual é construída a notícia pode, assim, variar, fugindo dos padrões aceitos no jornalismo tradicional, tais como o lead e a pirâmide invertida. Neste caso, o relato em primeira pessoa, repudiado no jornalismo tradicional, é bem aceito e até indicado nas reportagens produzidas sob o modelo colaborativo de jornalismo. Mas, por outro lado, assim como outros sistemas colaborativos (como o wiki), carece de precisão e controle de qualidade sobre o conteúdo publicado. Esse gerenciamento é, geralmente, feito por jornalistas profissionais, que assumem as tarefas de edição do espaço.

O Jornalismo Cidadão ganhou força nos últimos anos a partir do advento das ferramentas de edição e publicação na internet como wikis, blogs e a popularização dos celulares equipados com câmeras digitais, além de outras novas tecnologias de informação e comunicação (NTICs).

 

* A definição de UGC ainda não consta na Wikipedia em português. Aí vai em inglês:

User-generated content (UGC), also known as consumer-generated media (CGM)[1] or user-created content (UCC),[2] refers to various kinds of media content, publicly available, that are produced by end-users.[3] (…) As well as professionally produced material being offered free, the public has also been allowed, indeed encouraged, to make its content available to everyone.[4] The term user generated content entered mainstream usage during 2005 having arisen in web publishing and new media content production circles. Its use for a wide range of applications including problem processing, news, gossip and research reflects the expansion of media production through new technologies that are accessible and affordable to the general public. All digital media technologies are included, such as question-answer databases, digital video, blogging, podcasting, mobile phone photography and wikis. In addition to these technologies, user generated content may also employ a combination of open source, free software, and flexible licensing or related agreements to further reduce the barriers to collaboration, skill-building and discovery.

A new cultural centre

capa22052009

ZH Zona Sul, May 22nd 2009

 

A community group in South Zone did an agreement with the government to use one of these buildings as a cultural centre. They are closed for two years and now population can use this area again.

This report was in the ZH Zona Sul’s front page (May 22nd 2009), with a text written by the president of the community group. I posted a video in the supplement’s blog, which shows how the buildings are today, a little bit of its history and the community group’s objetives.  

 

 

 videoccd

Video skills

This video was about a manifestation for peace on traffic on Viamão, a town near Porto Alegre. In Brazil, many people die in accidents. Click on picture below to watch it.

videoviamao

 

More videos by me – just images and report, edition by online staff:

 > Human Body Exhibition

> Instituto de Educação – 140 years